top of page

Transição de carreira na advocacia: como saber se é a hora certa?

A transição de carreira pode ser externa, de uma profissão para outra, mas também pode ser interna, por exemplo, exercendo a advocacia, porém mudando a área de atuação.


Todos estamos sujeitos a passar por ela, afinal, nem sempre a decisão da área ou do nicho é acertada na primeira escolha.


Para fazer essa mudança, seja de profissão seja de área, é importante analisar alguns fatores que poderão ajudar a entender se esse é o momento certo de interromper uma jornada e auxiliar na escolha do novo segmento.


Todos os detalhes possíveis devem ser observados, isso porque, a decisão certa, na hora errada, pode afundar sua carreira.


SUMÁRIO



ESTAGNAÇÃO x OPORTUNIDADE


Quando estamos estagnados ou percebemos que em outro lugar teríamos oportunidades melhores, consideramos mudar de carreira.


A estagnação ocorre quando o retorno financeiro é baixo, não há mais entusiasmo em exercer as atividades demandadas e, por causa disso, não consegue mais crescer no mercado.


Com isso, é importante ter um olhar externo para perceber se outras áreas possuem mais demanda e remuneram melhor.


FAÇA PLANEJAMENTO


Toda mudança deve ser planejada, isso não seria diferente na transição de carreira. Dessa forma, outros pontos devem estar estáveis para que ela possa se concretizar, por exemplo, a área para qual migrará, a situação financeira e, óbvio, o seu psicológico.


Imprevistos acontecem de toda forma, portanto, quanto mais planejamento houver, menos afetado você será pelas situações adversas e os resultados esperados serão alcançados com menos frustração.


Todas as necessidades devem estar claras, por exemplo, a de novos cursos, especializações e estudos. Afinal, não é possível fazer um trabalho diferente usando o mesmo conhecimento.


É importante lembrar, também, que ao iniciar uma nova carreira, ainda não se tem reconhecimento nela, o que pode causar uma baixa financeira. Portanto, é necessário estar preparado para esse momento em que não haverá muito lucro.


Além disso, com tantas novidades e um rendimento possivelmente menor, é muito provável que o sentimento de desestabilização nos cerque, devido às inseguranças e incertezas. Por esse motivo é essencial que as condições psicológicas não estejam desestabilizadas. O momento de transição de carreira é, de fato, cheio de desafios. Esteja preparado para enfrentá-los sem “surtar”.


TENHA VISÃO DE FUTURO


Essa habilidade está muito ligada ao planejamento, pois é aqui que se aplica quais serão os próximos passos a serem dados para atingir determinado patamar.

Neste ponto nos deparamos com uma verdade desconfortável: olhar para frente é muito mais difícil do que olhar para trás.


Ao olhar para trás, deve-se apenas aceitar o passado, ainda que ele possa, às vezes, ser até mesmo vergonhoso. Mas ele está já aconteceu, foi encerrado.


Olhar para frente requer muita disciplina, além de vir carregado de incertezas, desafios e variáveis que a gente nem sequer conhece.


Isso requer que tenhamos muita disciplina para que sejam traçados metas possíveis com os recursos que se tem para atingir as subsequentes, além de ter a clareza das tarefas que precisam ser feitas para que esse desenvolvimento aconteça.


INVISTA EM CAPACITAÇÃO


Quando se fala sobre investir em capacitação, é necessário levar em consideração não apenas o gasto monetário, mas também o tempo que precisa ser dedicado para aprimorar o conhecimento.


Por mais que se tenha muita vontade de mudar de carreira, isso não é suficiente. O exercício profissional necessita de habilidades mais restritas.


De nada adianta a empolgação, a força de vontade e o planejamento sem competência técnica.


CONSTRUÇÃO


A transição de carreira não é abrupta, ela acontece aos poucos, é um processo construído em passo a passo.


O mesmo ocorre quando a mudança já está feita. Ninguém começa uma carreira já no ápice de sua atuação. O crescimento não é repentino, mas também não precisa ser um processo lento.


Ter uma base sólida é crucial para essa mudança.


Independente de todo o restante, seja migrando de profissão, de área de atuação ou de forma de atuação, a hora certa para tomar as primeiras atitudes é quando o planejamento já estiver concretizado.


Lembre-se de divulgar sua transição. Deixe que as pessoas saibam que você está passando por esse momento. Isso com certeza lhe ajudará a ter apoiadores, além de deixar explícito que você está estudando e se aprimorando.


E você, já passou por alguma transição de carreira? Compartilhe um pouco de sua experiência nos comentários.


Aulas Gratuitas para otimizar sua carreira na advocacia


Construir uma carreira na advocacia e gerir um escritório demanda de tempo, dedicação, organização e visão estratégica. Se você deseja se aprofundar neste tema, adquirir mais conhecimento e saber mais sobre Gestão de Escritório e Carreira na Advocacia, eu tenho um convite especial para você!


Toda quinta-feira, às 17h, no YouTube, eu ministro aulas gratuitas com o objetivo de potencializar seus resultados na advocacia. As aulas ficam disponíveis por pouco tempo, então, se inscreva no meu canal para não perder nenhum conteúdo:



263 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page