top of page

O que não pode faltar no controle financeiro do escritório de advocacia

Administrar o financeiro de um escritório requer algumas práticas de controle. Para isso, algumas estratégias precisam ser criadas, mas é de suma importância que se tenha disciplina e organização.


Neste artigo eu vou te mostrar os pontos fundamentais para manter a saúde financeira do seu escritório de advocacia. Acompanhe comigo!


SUMÁRIO



QUEM É A PESSOA FÍSICA E QUEM É A PESSOA JURÍDICA?


Esses dois pontos devem estar muito claros e não podem se misturar, o mesmo acontece com os gastos e custos.


As necessidades financeiras que se tem ligadas à sua pessoalidade e à sua advocacia precisam estar estritamente separados, pois apenas assim é possível administrar ambas sem se perder.


Por exemplo, custos de escola dos filhos, mercado e roupas devem entrar em seu controle financeiro pessoal. Já os custos estruturais do escritório, como aluguel e manutenção, devem entrar no controle financeiro profissional.


Quando essas duas áreas se misturam, cria-se uma confusão patrimonial. Deixar isso acontecer é uma responsabilidade de quem você é como pessoa, e, a partir disso, você está tirando grandes chances do seu escritório ter sucesso e organização.


Uma postura essencial para que essa separação seja feita é abrir contas em bancos diferentes, assim fica possível administrar melhor.


CONHEÇA SEUS CUSTOS


Todos os seus custos devem ser familiares para você, de preferência, planilhados. Por exemplo, o aluguel, condomínio, IPTU, salário de funcionários... E mesmo que sua advocacia seja digital e o seu trabalho majoritariamente em home office, há custos. Como energia ou assinatura de softwares, por exemplo.


É muito importante ter em mente quanto custa o seu negócio independente de tudo. Com ou sem cliente, quanto é necessário para que seu escritório continue funcionando?


ACOMPANHE SEU CRESCIMENTO


Esse acompanhamento apenas pode ser feito por meio de métricas. Para isso, é necessário arquivar e documentar informações sobre sua advocacia.


Isso deve ser feito em planilhas, periodicamente, assim, será possível ver se o seu negócio está crescendo ou não, além de ser uma ótima estratégia para criar metas para os anos seguintes.


TENHA FLUXO DE CAIXA


Controle todos os gastos e custos, além de ter claro a quantidade de dinheiro disponível. Afinal, oportunidades custam dinheiro.


Para conquistar um cliente, às vezes, é necessário fazer algum investimento. por exemplo, uma viagem para uma reunião.


FAÇA UMA RESERVA DE EMERGÊNCIA


Uma reserva de emergência deve ser feita para que caso ocorra algum imprevisto financeiro, seu escritório não fique desamparado.


Assim, é preciso que o custo mensal do seu escritório esteja claro. Depois, tente estabelecer qual é o prazo que normalmente você leva desde a assinatura do contrato até a finalização do processo. É seguro que este prazo, multiplicado pelo custo mensal de seu negócio, defina quanto você deve ter em sua reserva de emergência.


Mesmo a reserva de emergência deve ser mantida com muito cuidado. Por exemplo, o valor total dela não pode estar disponível imediatamente.


Agora que você já conhece algumas táticas para exercer um melhor controle financeiro em sua advocacia, deixe nos comentários quais você já segue à risca e quais precisa melhorar.


Aulas Gratuitas para otimizar sua carreira na advocacia


Construir uma carreira na advocacia e gerir um escritório demanda de tempo, dedicação, organização e visão estratégica. Se você deseja se aprofundar neste tema, adquirir mais conhecimento e saber mais sobre Gestão de Escritório e Carreira na Advocacia, eu tenho um convite especial para você!


Toda quinta-feira, às 17h, no YouTube, eu ministro aulas gratuitas com o objetivo de potencializar seus resultados na advocacia. As aulas ficam disponíveis por pouco tempo, então, se inscreva no meu canal para não perder nenhum conteúdo:





222 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page