top of page

Distribuição de lucros em Sociedade de Advogados


Falar sobre dinheiro, muitas vezes, pode ser uma situação delicada. No entanto, em uma sociedade empresarial, esse tópico precisa ser abordado, além de vários outros. Afinal, toda sociedade deve passar por manutenções periódicas, assim como um casamento.


Quando esse diálogo não acontece, é natural que os associados passem a se desentender e queiram seguir caminhos diferentes, porém, a dissolução de uma sociedade não é instantânea, já que ainda há clientes para serem atendidos, processos a serem finalizados e etc.


Portanto, para que a sociedade seja agradável e duradoura, não basta gosto e admiração pelo parceiro de escritório, é necessário estratégia, planejamento e muito trabalho. Observe abaixo alguns pontos cruciais para construir uma sociedade longeva.


SUMÁRIO



1. DETERMINAR FUNÇÕES E COORDENAÇÕES


Um escritório de advocacia tem diversas funções, e elas precisam ser atribuídas de forma organizada. A metodologia de que “cada um faz um pouco de tudo” não funciona, pois, em algum momento, uma função será negligenciada.


Essas atividades precisam ser muito bem distribuídas principalmente caso os únicos trabalhadores no escritório sejam você e seu sócio, sendo necessário, assim, que cumpram tarefas para além da advocacia, como agendamento de consultas e até mesmo limpeza.


2. DETERMINAR A % DAS ATIVIDADES EXERCIDAS


A porcentagem que será paga ao associado referente à conquista de clientes, atuação na demanda ou administração deve ser preestabelecida. Isso pode ajudar até mesmo na construção de um plano de carreira.


Esse plano pode ser baseado em vários critérios, como o tempo de sociedade, meta de faturamento ou até mesmo uma mera padronização.


3. LISTAR PAGAMENTOS E RETIRADAS NECESSÁRIAS


Antes de fazer a distribuição dos lucros, é essencial listar custos, como os tributos e as reservas de curto, médio e longo prazo. Assim como as despesas ordinárias e extraordinárias.


Caso seu escritório tenha alguma outra necessidade, não se esqueça de listá-la, pois caso algo fique de fora, a distribuição dos lucros é prejudicada posteriormente.


PASSO A PASSO DE ALGUMAS POSSIBILIDADES DE DIVISÃO DOS LUCROS


Primeiramente, é importante lembrar que quanto mais equilibrada é a divisão dos lucros, mais os sócios se mantêm satisfeitos, e isso é crucial para um bom funcionamento do escritório, o que, por sua vez, resulta no aumento dos lucros.


A primeira possibilidade é a mais comum nos escritórios: 50% - 50% para tudo.


Essa divisão é feita da seguinte forma: soma-se todo o faturamento, independente de qual advogado tenha prestado determinado serviço, faz-se o pagamento dos tributos, o direcionamento para reservas, pagamento das despesas, e, enfim, aquilo que sobra é dividido igualmente entre os associados.


Em muitos escritórios essa divisão pode ocorrer de forma harmônica, mas é recorrente que um advogado fature relevantemente mais em uma advocacia. Dessa forma, com o passar o tempo, as chances de esse associado não se sentir satisfeito e não achar a divisão justa são grandes.


Em segundo lugar, outra possibilidade para dividir os lucros é um repartimento baseado em critérios tais quais a coordenação, atuação e administração do escritório.


Nesse modelo de divisão, é estabelecida uma porcentagem fixa sobre cada atividade, e, aquele responsável por realizá-la, receberá a comissão definida.


Aqui os tributos também são pagos em equivalência aos valores que cada associado faturou por contrato.


Dessa forma, a divisão dos lucros fica mais equilibrada, de modo que nenhum associado sinta que está dando seu dinheiro para outro, ou que aquele que faturou menos tenha que arcar com gastos na mesma proporção.


Neste modelo de divisão de lucros a remuneração é mais condizente com o faturamento de cada associado, e, ainda assim, mantém-se a coletividade.


E no seu escritório, como funciona a divisão de lucros entre você e seus sócios? Explica pra gente nos comentários.


Aulas Gratuitas para otimizar sua carreira na advocacia


Construir uma carreira na advocacia e gerir um escritório demanda de tempo, dedicação, organização e visão estratégica. Se você deseja se aprofundar neste tema, adquirir mais conhecimento e saber mais sobre Gestão de Escritório e Carreira na Advocacia, eu tenho um convite especial para você!


Toda quinta-feira, às 17h, no YouTube, eu ministro aulas gratuitas com o objetivo de potencializar seus resultados na advocacia. As aulas ficam disponíveis por pouco tempo, então, se inscreva no meu canal para não perder nenhum conteúdo:





167 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page