top of page

Carreira na advocacia: dúvidas frequentes

Toda atividade profissional é permeada por questionamentos, principalmente no início de seu exercício.


Desse modo, obviamente, advogados no início de carreira possuem alguns questionamentos comuns. No entanto, outros surgem mais adiante, pois é normal se deparar com desafios mesmo após anos trabalhando na área.


Selecionei algumas perguntas recorrentes a fim de que possamos esclarecer algumas e pautarmos resoluções.


#01 COMO CONSTRUIR A CARREIRA ESTANDO NA FACULDADE? O QUE PRIORIZAR? COMO FAZER O PLANEJAMENTO?


Primeiramente, é importante ter clareza sobre o que se deseja enquanto advogado. Não é raro ver estudantes de Direito que começam a buscar resultados somente após obter a carteira da Ordem.


Este, na verdade, já é o momento de começar a conquistar clientes. Antes disso, o planejamento precisa ser feito, por exemplo, determinar a área de atuação, adquirir conhecimento técnico sobre ela, com a consciência de que isso demanda investimento de tempo e dinheiro, além de ir em busca de experiência, por meio de estágios e participação em eventos.


O momento da faculdade é o mais adequado para fazer testes e descobrir com o que você se identifica verdadeiramente e gostaria de fazer no decorrer de sua atuação. Uma outra prática enriquecedora é conversar com advogados e ouvir o que eles têm a dizer sobre a área em que trabalham.


#02 DEPOIS DE UM TEMPO NA ADVOCACIA, PARECE QUE TUDO ESTAGNA?


Brevemente falando, não. Ainda que esse sentimento de monotonia possa ocorrer, é importante mencionar que isso provavelmente ocorre apenas quando o planejamento não é eficiente.


A ordem natural é que no começo da carreira a gente trabalhe muito ganhando pouco, afinal, ainda não adquirimos a experiência e credibilidade necessárias para que os serviços prestados tenham uma precificação elevada. Porém, chega um momento em que essa confiança deve ser atingida para que o contrário seja possível: acatar menos demanda de modo que elas sejam valorizadas.


Vale lembrar, também, que no início da prática advocatícia precisamos de mais tempo para realizar as tarefas, afinal, não temos tanta prática. No decorrer da carreira, diversas atividades vão se tornando mais fáceis e rápidas de serem realizadas.


Tudo isso é um processo de conquista no qual, se bem planejado, dificilmente a estagnação se fará presente. Afinal, o crescimento depende de metas constantemente estabelecidas à medida que as anteriores são alcançadas.


#03 COMO DEFINIR A ÁREA E TER CERTEZA DE QUE É A ESCOLHA CERTA?


Definir a área de atuação nada mais é do que a busca pela experiência. Esta pode ser adquirida tanto atuando quanto estudando, ainda que a última alternativa possa apresentar dificuldades como a distância entre a teoria e a prática.


A transferência também é um caminho que pode auxiliar na escolha da área, desde que seja feita por profissionais dispostos e que sejam referência, pois só é possível absorver aquilo que o outro pode, de fato, oferecer.


Obviamente que o prazer em fazer o que é proposto em sua área é um favor essencial.


No entanto, também é importante lembrar que se a sua área tem demanda, tem espaço e você gosta do que faz: foque nisso e pare de olhar para as outras possibilidades, pois muitas vezes, observadas superficialmente, elas podem ser tentadoras. Porém, o ideal é dedicar-se àquilo que já se faz parte para evoluir ainda mais rápido.


#04 QUAIS SÃO OS PASSOS PARA COMEÇAR A PLANEJAR? TEM UMA ORDEM ESPECÍFICA DELES?


Existe, sim, uma ordem que pode facilitar o estabelecimento de uma atuação mais consolidada. Primeiramente, claro, deve ser feita a escolha da área, após isso, inicia-se o planejamento estratégico, que é uma série de análises e tarefas.


A próxima etapa é adquirir experiência, para que se tenha, enfim, responsabilidade o suficiente para atuar de maneira sólida e estável.


#05 TENTEI COMEÇAR AUTÔNOMA PELO INSTAGRAM, MAS AGORA ESTOU PROCURANDO VAGAS COMO ASSOCIADA. NÃO TENHO EXPERIÊNCIA COM ADVOCACIA. O QUE VOCÊ CONSIDERA MELHOR PARA COMEÇAR?


A responsabilidade profissional é elementar, por isso, certas situações não coexistem em harmonia, como o fato de não ter experiência e ser autônoma.


Tal inabilidade pode afetar de forma drástica a vida de nossos clientes, então, o ideal é que a advocacia autônoma seja uma opção apenas a partir do momento que se tem muita clareza e destreza em relação ao serviço que se presta. Antes desse marco, todo apoio e supervisão são válidos e até mesmo necessários.


#06 PÓS OU CURSOS?


São duas vertentes distintas, mas ambas positivas. A pós nos dá titulação, que pode ser muito importante em casos de concurso. Além disso, ela pode servir como uma reafirmação de direcionamento para quem se encontra meio perdido na carreira.


Os cursos, por sua vez, são mais específicos, didáticos e dinâmicos. Eles executam melhor o ensino e aprendizagem em questões delimitadas.


7 - QUAIS SERIAM OS PRIMEIROS PRODUTOS/SERVIÇOS QUE UM INICIANTE EM DIREITO IMOBILIÁRIO PODERIA OFERTAR?

Primeiramente, é necessário entender que o Direito Imobiliário é muito amplo. Porém, alguns serviços para oferecer mesmo inicialmente podem ser locação, contratos e distratos, incorporação imobiliária, análise de risco, usucapião ou ações possessórias.


Há muitas possibilidades para quem pretende atuar nessa área. No entanto, esses são de complexidade mais baixa, ou seja, ideais para o início da carreira.


#08 COMO MIGRAR DE UM NICHO PARA OUTRO? POR EXEMPLO, DE FAMÍLIA PARA IMOBILIÁRIO?


Neste exemplo especificamente, são duas áreas que se comunicam bem, portanto, a mudança de nicho não é um processo tão adverso.


De toda forma, toda migração requer uma estratégia muito bem elaborada. Um dos passos é falar sobre tal mudança, seja nas redes sociais, para clientes ou para amigos e familiares. O maior número possível de pessoas deve saber que você está deixando de atuar em uma área para atuar em outra. Mas não apenas esse anúncio superficial deve ser feito, como também instigar que saibam sobre sua nova atuação.


Muitas pessoas tratam essa alternância como um tabu e preferem aparecer repentinamente em outro estilo de advocacia, porém não há problema algum que as pessoas acompanhem esse processo. É, na verdade, muito positivo que esteja público como agora você encontrou um caminho mais satisfatório para advogar. Não há demérito em buscar um trabalho que te satisfaça.


É muito provável que pelo menos uma dessas perguntas já tenha surgido em sua mente alguma vez. Qual delas mais te deixava confuso? E qual retorno mais te surpreendeu? Compartilhe nos comentários o que achou desse post!


Aulas Gratuitas para otimizar sua carreira na advocacia


Construir uma carreira na advocacia e gerir um escritório demanda de tempo, dedicação, organização e visão estratégica. Se você deseja se aprofundar neste tema, adquirir mais conhecimento e saber mais sobre Gestão de Escritório e Carreira na Advocacia, eu tenho um convite especial para você!


Toda quinta-feira, às 17h, no YouTube, eu ministro aulas gratuitas com o objetivo de potencializar seus resultados na advocacia. As aulas ficam disponíveis por pouco tempo, então, se inscreva no meu canal para não perder nenhum conteúdo:




238 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page